BREXIT Montar uma Fábrica de Banana Passa em Portugal

Projeto Pronto de Fábrica de Banana Passa com Capacidade de Produção de 3000 kg por dia

CÓDIGO DO PROJETO: BRE-008

Projeto com as seguintes seções:

Recepção
Maturação
Sulfuração
Sala de Processamento
Embalagem e Acondicionamento
Estocagem
Expedição
Depósito das Cascas
Escritório
Vestiários
Refeitório

Contém no projeto pronto:

  • Projeto Pronto em arquivo para AutoCad (DWG) (pranchas em formato A0 ou A1), com:
    – Planta e Layout
    – Planta Baixa da Construção
    – Layout dos Equipamentos
    – Cortes
    – Fachada
    – Planta de Situação das Construções no terreno
    – Planta dos Escritórios, Vestiários, Refeitórios e outros Anexos do Empreendimento
  • Memorial Básico da Construção
  • Lista de Equipamentos Principais
  • Lista de Fornecedores dos Equipamentos Principais
  • Lista de Materiais da Construção e Orçamento da Obra
  • Cronograma Físico-Financeiro da Obra
  • Fluxograma de Produção

Serviços Opcionais:

  • Estudo de Viabilidade Financeira
  • Projeto de Financiamento e Plano de Negócios FINOVA
  • Projeto em 3D

Para saber mais, ligue para +55.35.3721.1488 ou +55.35.9.9155.0757, ou preencha o formulário abaixo:

 


ESTRUTURA DA FÁBRICA

 

A estrutura de uma fábrica de frutas desidratadas irá variar segundo a expectativa de produção e do volume de vendas do empreendedor.

Apresentamos abaixo uma proposta de estrutura com uma área para indústria e outra em local diferente para montagem da área comercial e do “showroom”. É recomendável fazer um projeto de layout da área onde será instalada a fábrica e showroom para garantir a correta ocupação dos espaços disponíveis, disposição correta dos equipamentos e móveis e também ter uma ideia correta do fluxo de pessoas e produtos no local.

Fábrica / Produção – indústria/produção e área administrativa. Nesta área deverá ser instalado todo o maquinário que será utilizado na industrialização de frutas desidratadas. Ela deve ser limpa e organizada, condizente com um negócio relacionado com a saúde e bem-estar das pessoas. O local deverá ser bem iluminado. Além disso, o local deve ser ventilado e o piso deve ser de material de fácil manutenção, mas também grande resistência, como o concreto polido. O pé direito da área industrial deve ter no mínimo quatro metros de altura. As janelas devem ter telas e as portas devem ter cortinas de ar.

É recomendável que a área externa seja pavimentada para evitar a formação de poeira e facilitar o escoamento de águas pluviais. O esgotamento deve seguir normas ambientais, com ralos sifonados para evitar que insetos e roedores. Se exigido, o mesmo deve passar por tratamento antes de ser despejado em algum local.
Os estoques de matéria-prima podem ficar em área anexa ao espaço destinado à produção, porém, sem risco de contaminação. O espaço para o estoque de produtos acabados deverá levar em consideração a vantagem estratégica da vida útil alongada, para produzir o máximo possível no período da safra e a manutenção de alto volume de estoques por períodos prolongados.

Já o local de armazenamento dos produtos prontos deve ser arejado e longe de fontes de calor e luz. As caixas dos produtos devem ser empilhadas com uma distância mínima de 15 centímetros das paredes, e 60 centímetros de fontes de calor e luz.

A estrutura de recebimento e armazenamento da matéria prima deve ser separada da área de produção, com uma bancada ou doca onde os veículos possam parar para carregar e descarregar os produtos.

Administração – esse espaço deverá ser instalado o escritório administrativo-financeiro da indústria da empresa. O escritório da administração pode ser pequeno, bastando um espaço suficiente para a realização das atividades básicas de relacionamento com fornecedores, registros e controles sobre o negócio. A parede do escritório deve ser lisa, de preferência em azulejo branco ou concreto polido.


A sua Empresa na hora – Documentos necessários para abrir uma empresa em Portugal

Através da iniciativa ‘Empresa na Hora’ poderá constituir uma sociedade unipessoal, por quotas ou anónima no momento e num só posto de atendimento. O processo de constituição de sociedades através desta iniciativa é extremamente simples e pode ser representado da seguinte forma:

Processo de constituição de uma sociedade:
1. Escolher uma firma da lista de firmas pré-aprovadas constante deste sítio ou consultando a lista que lhe será facultada no posto de atendimento ‘Empresa na hora’. A firma escolhida só será reservada no momento em que se dirigir ao balcão e iniciar a constituição da sociedade. Como tal, a firma que pretende utilizar, apesar de estar disponível neste sítio ou na lista que lhe for facultada, poderá já não estar disponível no momento em que se dirigir ao balcão. À firma pré-aprovada poderá sempre adicionar uma expressão alusiva ao objeto da sociedade. Por exemplo, se a firma escolhida for ‘ABCDE’ e se a sociedade se dedicar à atividade de restauração e bebidas, a firma poderá ser alterada para ‘ABCDE – Restauração e Bebidas’.
Em alternativa à escolha da firma da lista de firmas pré-aprovadas pode constituir a sua empresa na hora com um nome previamente aprovado pelo RNPC.

2. Escolher um dos modelos de pactos pré-aprovados e disponíveis neste sítio e na pasta de pactos facultada nos locais de atendimento;

3. Os futuros sócios da sociedade deverão dirigir-se a um balcão ‘Empresa na hora’ para iniciar o processo de constituição. A lista de balcões disponíveis pode ser consultada na área de Contactos deste sítio.

Elementos necessários
Se os sócios da sociedade a constituir forem pessoas singulares, deverão levar consigo:

Cartão de contribuinte;
Documento de identificação (cartão de cidadão, bilhete de identidade, passaporte ou autorização de residência).
Cartão de beneficiário da Segurança Social (facultativo)
No caso de se tratarem de pessoas coletivas:

Cartão da empresa ou de pessoa coletiva ou código de acesso aos referidos cartões;
Ata da Assembleia Geral que confere poderes para a constituição de sociedade.
4. O custo deste serviço é de 360,00¤. Este valor será pago no momento da constituição, em numerário, multibanco ou cheque visado ou bancário e vale postal, em qualquer dos casos emitidos à ordem do Instituto dos Registos e do Notariado, I.P.. Não são aceites cheques estrangeiros.

5. No balcão será elaborado o pacto da sociedade e será efetuado o registo comercial.

6. De imediato, receberá:

o Pacto Social;
o código de acesso à Certidão Permanente de Registo Comercial, pelo prazo de três meses;
o código de acesso ao cartão eletrónico da empresa;
o número de segurança social da empresa.

Posteriormente, receberá o cartão da empresa, em suporte físico.7. No momento da constituição da sociedade pode indicar desde logo o Técnico Oficial de Contas ou escolher um da Bolsa de TOCs disponibilizada, para efeitos da entrega desmaterializada da Declaração de Início de Atividade.
Também pode entregar num serviço de Finanças a Declaração de Início de Atividade devidamente preenchida e assinada pelo Técnico Oficial de Contas nos 15 dias seguintes à data de constituição.

8. No prazo máximo de 5 dias úteis após a constituição, os sócios estão obrigados a depositar o valor do capital social (quando realizado em numerário) numa conta aberta em nome da sociedade ou proceder à sua entrega nos cofres da sociedade até ao final do primeiro exercício económico.