Projeto Pronto para Frigoríficos para Abate de Caprinos [1]

Frigoríficos para Abate de Caprinos com ou sem Industrialização

 

FRC-001

Como Montar Abatedouro para Caprinos e Ovinos com capacidade para 10 animais/dia
Estudos de Viabilidade, Planos de Negócios, Projetos

FRC-002

Projeto de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 5 animais/dia.
Projetos em AutoCAD, em Revit, DWG, PDF

FRC-003

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 10 animais/dia.
Projetos de Financiamento, Plantas e Layout

FRC-004

Planta Baixa de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 20 animais/dia.
Consultoria, Empreendorismo, Business Plan

FRC-005

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 50 animais/dia.
Fluxogramas, Orçamento de Obras, Lista de Equipamentos

FRC-006

Layout de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 75 animais/dia.
Projetos em 3D, Memoriais, Cronogramas

FRC-007

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 100 animais/dia.
Estudos de Viabilidade, Planos de Negócios, Projetos

FRC-008

Projeto de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 125 animais/dia.
Projetos em AutoCAD, em Revit, DWG, PDF

FRC-009

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 150 animais/dia.
Projetos de Financiamento, Plantas e Layout

FRC-010

Planta Baixa de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 200 animais/dia.
Consultoria, Empreendorismo, Business Plan

FRC-011

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 300 animais/dia.
Fluxogramas, Orçamento de Obras, Lista de Equipamentos

FRC-012

Layout de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 400 animais/dia.
Projetos em 3D, Memoriais, Cronogramas

FRC-013

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 500 animais/dia.
Estudos de Viabilidade, Planos de Negócios, Projetos

FRC-014

Projeto de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 600 animais/dia.
Projetos em AutoCAD, em Revit, DWG, PDF

FRC-015

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 700 animais/dia.
Projetos de Financiamento, Plantas e Layout

FRC-016

Planta Baixa de Frigorífico para abate de Caprinos com capacidade para abate de 800 animais/dia.
Consultoria, Empreendorismo, Business Plan

FRC-017

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos e produção de Embutidos (salsicharia, presuntaria, embutidos e defumados) e Charque com capacidade para abate de 5 animais/dia.
Fluxogramas, Orçamento de Obras, Lista de Equipamentos

FRC-018

Layout de Frigorífico para abate de Caprinos e produção de Embutidos (salsicharia, presuntaria, embutidos e defumados) e Charque com capacidade para abate de 10 animais/dia.
Projetos em 3D, Memoriais, Cronogramas

FRC-019

Como Montar Frigorífico para abate de Caprinos e produção de Embutidos (salsicharia, presuntaria, embutidos e defumados) e Charque com capacidade para abate de 20 animais/dia.
Estudos de Viabilidade, Planos de Negócios, Projetos

FRC-020

Projeto de Frigorífico para abate de Caprinos e produção de Embutidos (salsicharia, presuntaria, embutidos e defumados) e Charque com capacidade para abate de 50 animais/dia.
Projetos em AutoCAD, em Revit, DWG, PDF

Próxima Página - ver mais projetos

 

Frigoríficos para Abate de Caprinos

Frigoríficos para Abate de Caprinos

A carne de caprino é uma carne vermelha bastante popular e corresponde a 65% do consumo de carne vermelha no mundo, muitos países, como do Oriente Médico, têm a carne de caprino como a principal fonte de carne da alimentação cotidiana. Existe grande benefício no consumo desse tipo de carne como a ingestão de proteínas de boa qualidade, a qual ajuda a promover a saúde dos músculos do nosso corpo. A carne caprina é uma carne com baixo teor de gordura e fornece os aminoácidos essenciais ao bom funcionamento do organismo com baixas calorias. Cozida, 100gramas de carne tem aproximadamente 120 calorias, enquanto a carne suína tem aproximadamente 180 calorias. Pessoas com problemas de obesidade e diabetes tipo 2, podem consumir carne de caprino com mais tranquilidade.
Alguns controles devem ser feitos quando do abate dos animais, são os exames ante mortem e post mortem. Verifica-se a saúde dos animais, afastando-se a possibilidade de alguma doença. A higiene durante o processo de abate e a inspeção post mortem são feitas pelo veterinário responsável que avalia as condições das carcaças assegurando a qualidade da carne e afastando qualquer risco ao consumo humano. Se tudo estiver em conformidade com o exigido, a carcaça recebe uma marcação.
Amostras de carcaças são rotineiramente submetidas a exames de laboratório, para comprovar a segurança alimentar do produto e saúde do caprino. Os exames pesquisam, dentre outros, a presença de resíduos químicos que podem comprometer a qualidade da carne.
Os serviços de fiscalização, atuam nas questões relativas ao bem estar animal geral, vigilância sobre doenças e sua propagação, por isso, os animais não conformes devem ser abatidos em abatedouro sanitário e a carcaça devidamente descartada. Existem vários regulamentos que com várias regras sobre os requisitos de temperatura durante o armazenamento e o transporte de carne de caprinos. Após a inspeção post mortem, a temperatura não deve exceder 7ºC e essa temperatura deve ser diminuída segundo uma curva. A temperatura deve ser monitorada pelas boas práticas de fabricação. O veículo que transporta as carcaças, meias carcaças e cortes, somente pode transportar as mercadorias de um único frigorífico por vez, não se pode misturar mercadorias de mais de um frigorífico.
Um documento declaratório deve acompanhar o produto expedido, contendo algumas informações importantes como tempo e temperatura de resfriamento antes da expedição, a temperatura da superfície da carne de caprino, a temperatura máxima a que a carne pode ser exposta, o tempo máximo permitido para o transporte da mercadoria, o nome do responsável técnico, dentre outras. Se a temperatura estiver acima dos 7ºC quando for recebida pelo comprador, esse deve informar as autoridades imediatamente.
O tempo máximo permitido para o transporte, é calculado desde o momento da expedição pelo frigorífico até a recepção do comprador. O tempo máximo pode ser aumentado se a temperatura superficial da carne estiver acima do permitido, daí essa carne deve ser refrigerada novamente até atingir a temperatura ideal. O transporte da mercadoria deve ser feito seguindo as normas locais do estabelecimento de origem e do estabelecimento de destino.
A carcaça deve permanecer por um período mínimo na câmara fria do frigorífico antes de ser expedida, esse período costuma der de 12 horas.

 

Contatos:

Caso tenha alguma dúvida, entre em contato pelos telefones:

Brasil 35.3721.1488 Outros Países +55.35.3721.1488
Ou pelo WhatsApp:
+55.35.99730.7627