Planta de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com capacidade para 1.000 Kg/dia.

CÓDIGO - VEG-F-041

CLIQUE AQUI para saber mais sobre este Projeto e Planta Baixa de Como Montar Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

Projeto de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com as seções:

Tipo de Inspeção - Federal (Ministério da Saúde - MS)
Recepção de Matéria Prima
Depósito de Matéria Prima
Seleção e Limpeza
Despolpamento
Concentração
Embalagem
Câmara de Congelamento
Expedição
Escritório
Vestiários
Refeitório
Outros Setores Necessários para Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

 

O Projeto e Plantas de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas contém:

1) Plantas em arquivo DWG de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas (pranchas em formato A0 ou A1), com:
  • Planta Baixa e Layout dos Equipamentos (Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas )
  • Planta Baixa de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
  • Layout dos Equipamentos
  • Cortes
  • Fachada
  • Planta de Situação das Construções no terreno
  • Planta dos Escritórios, Vestiários, Refeitórios e outros Anexos do Empreendimento
2) Memorial Básico da Construção
3) Lista de Equipamentos Principais de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
4) Lista de Fornecedores dos Equipamentos Principais
5) Lista de Materiais da Construção e Orçamento da Obra
6) Cronograma Físico-Financeiro da Obra
7) Fluxograma de Produção
8) Projeto em 3D de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas (opcional)

Outros Serviços Opcionais:

  • Estudo de Viabilidade Financeira para Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
  • Projeto de Financiamento e Plano de Negócios para Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas no BNDES / FCO / BDMG / FINAME
  • Projeto e Planta Baixa Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
  • Licenciamento Ambiental de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas - Licença Prévia (LP), Licença de Instalação (LI) e Licença de Operação (LO)

Projetos com Outras Capacidades (maiores ou menores)
Como Montar Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
Projeto de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas
Planta Baixa de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas


Projeto de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com capacidade para 1.000 Kg/dia.

Para saber mais preencha o formulário abaixo:

Projeto de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com capacidade para 1.000 Kg/dia.


Projetos Veg-Cad - PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO PARA SABER MAIS SOBRE FáBRICA DE POLPA DE FRUTAS CONGELADAS :

*



*


*




Como Montar Projeto e Planta Baixa de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com capacidade para 1.000 Kg/dia.

 

OUTROS PROJETOS:

Como montar Loja de Rações e Produtos Rurais com 500 m2
DWG Fábrica de Alho Frito e Alho Triturado com capacidade para 500 kg/dia.
PDF Escritório para Representação Comercial com capacidade para 20 representantes comerciais.
Planta Baixa de Fábrica de Polpa de Cacau com capacidade para 7.000 kg/dia.
Projeto de Clínica de Acupuntura com Capacidade de Atendimento de 50 pessoas por dia
Como Montar Fábrica de Alfafa Peletizada com capacidade para 200 kg por dia.
Viabilidade de Oficina de Refrigeração com 100 m2
Plano de Negócio de Fábrica de Gel Cola com Capacidade de Produção de 100 kg por dia
Planta Baixa Fábrica de Formas de Papel para Doces de Festas com capacidade para 200 kg por dia.
Como montar Fábrica de Banana Passa com Cobertura de Chocolate com capacidade para 100.000 Kg/dia.

Passo a Passo para Montar Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas :

Outros Projetos:

Planta Baixa de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas com capacidade para 1.000 Kg/dia.

Projeto e Layout de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

DWG Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas


Montar Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas em São Vendelino - RS (População estimada 2.124 habitantes)
Alvará Sanitário São Vendelino
Alvará de Funcionamento São Vendelino
AVCB São Vendelino
SIM e VISA São Vendelino (Vigilância Sanitária e Inspeção)

Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas Padrão SEBRAE

Aprovação no SIF Serviço de Inspeção Federal Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas (consulte)

Financiamento Bndes Industria Polpa

Desenhos De Uma Industria De Fabricação De Polpas

Plano De Negócios Prontos Polpa De Fruta

COMO MONTAR FABRICA DE POLPA DE FRUTAS CONGELADAS COM CAPACIDADE PARA 1.000 KG/DIA.

8 - Para a Polpa de Ameixa Vermelha (Prunus domestica L. subsp.
domestica)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 7 -
pH 2 -
Acidez total, em % 0,4 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 9, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.9 - Para a Polpa de Amora (Rubus spp.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 7,5 -
Sólidos totais, em g/100 g 8 -
pH 2,8 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 1,3 -
Açúcares totais, em g/100 g 4 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 10, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.10 - Para a Polpa de Araçá (Psidium cattleianum)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 4,5 -
Sólidos totais, em g/100 g 5 -
pH 4 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 1,8 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 0,2 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 11, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.11 - Para a Polpa de Ata ou Polpa de Fruta do Conde ou Polpa de Pinha
(Annona squamosa L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 24 -
Sólidos totais, em g/100 g 24,5 -
pH 4,5 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,15 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 37 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 12, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.12 - Para a Polpa de de Bacuri (Platonia insignis M.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 13 -
Sólidos totais, em g/100 g 13,5 -
pH 3,4 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 1,6 -
Açúcares totais, em g/100 g 11 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 13, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.13 - Para a Polpa de Butiá (Butia eriospatha, Butia catarinenses e Butia
capitata)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 6 -
Sólidos totais, em g/100 g 6,5 -
pH 2 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,8 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 18 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 14, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.14 - Para a Polpa de Banana (Musa acuminata e Musa paradisiaca)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 ºC 18 -
Sólidos totais, em g/100 g 18,5 -
pH 4,1 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,2 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 15, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.15 - Para a Polpa de Buriti (Mauritia flexuosa L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em ºBrix, a 20 oC 4,5 -
Sólidos totais, em g/100 g 5 -
pH 3,5 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 2,2 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 0,1 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 16, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.16 - Para a Polpa de Cacau (Teobroma cacao)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 14 -
Sólidos totais, em g/100 g 14,5 -
pH 3,4 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,7 -
Açúcares totais, em g/100 g 10 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 17, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.17 - Para a Polpa de Cajá (Spondias lutea L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 9 -
Sólidos totais, em g/100 g 9,5 -
pH 2,2 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,9 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 6,8 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 18, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.18 - Para a Polpa de Caju (Anacardium occidentale L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 10 -
Sólidos totais, em g/100 g 10,5 -
pH 3,8 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,18 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 80 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 19, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.19 - Para a Polpa de Carambola (Averrhoa carambola L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 7,5 -
Sólidos totais, em g/100 g 8 -
pH 3,3 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 0,3 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 20, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.20 - Para a Polpa de Cereja (Prunus avium L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 20 -
Sólidos totais, em g/100 g 20,5 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 21, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.21 - Para a Polpa de Coco (Cocus nucifera)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 4,5 -
pH 4,5 -
Acidez total, em % 0,03 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 22, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.22 - Para a Polpa de Cranberry (Vaccinium macrocarpon A. e Vaccinium
oxycoccos L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 7,5 -
Sólidos totais, em g/100 g 8 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 23, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.23 - Para a Polpa de Cupuaçu (Theobroma grandiflorum L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 9 -
Sólidos totais, em g/100 g 9,5 -
pH 3 -
Acidez total, expressa em ácido cítrico, em g/100 g 1,5 -
Açúcares totais, em g/100 g 6 -
Ácido ascórbico, em mg/100 g 18 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 24, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.24 - Para a Polpa de Framboesa Negra (Rubus occidentalis L.)
Parâmetros Mínimo Máximo
Graduação alcoólica, expressa em %, em v/v, a 20 ºC - ≤ 0,5
Sólidos solúveis, em oBrix, a 20 oC 9 -
Sólidos totais, em g/100 g 9,5 -
Contaminantes Mínimo Máximo
Arsênio, em mg/kg - 0,05
Chumbo, em mg/kg - 0,05
Cádmio, em mg/kg - 0,02
Estanho, em mg/kg, para bebidas enlatadas - 150
Fonte: Decreto 6.871/2009, art. 12, inciso I, IN MAPA 37/2018, Anexo II, item 25, e Resolução RDC 42/2013.
4.2.25 - Para a Polpa de Framboesa Vermelha (Rubus idaeus L. e Rubus
strigosus M.

Como Legalizar Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

Abertura da empresa: Contrato Social, Junta Comercial, CNPJ, Inscrição Estadual, Alvará de Funcionamento para Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

Passo a Passo para abrir Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

Contrato Social de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas que pode ser feito Escritório de Contabilidade

Com relação à parte financeira e de tomada de decisões, podem ser necessários outros projetos e estudos para Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

OHSAS 18001 de Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas

Realização a auditorias internas em Fábrica de Polpa de Frutas Congeladas